Pular para o conteúdo principal

DETALHANDO A SEQUÊNCIA DIDÁTICA

Este artigo faz parte das reflexões sobre a concepção de Projeto de Estudos, Sequência Didática e Atividades que constam nos artigos que publicamos anteriormente nesse blog.

- Projeto de Estudos: Implicações no Processo de Constituição da ConsciênciaCrítica;
- A Sequência Didática como parte do Projeto de Estudos
- Atividades Significativas: Possibilidades de Experiências Concretas e Reais.

 Sugerimos a leitura dos referidos artigos antes de refletir sobre as questões que apresentamos a seguir.


SITUAÇÃO DE ENSINO APRENDIZAGEM

Ana Maria Louzada

             Para que possamos compreender o que significa Situação de Ensino Aprendizagem (SEA), necessário se faz retomarmos e destacarmos o conceito de projeto de estudos, atividade e sequência didática.


Nesse sentido, o projeto de estudos seria a organização macro de uma temática de estudos num processo de interlocução com/entre diferentes áreas do saber. Com base nos objetivos e metas de um projeto de estudos destacam-se as atividades a serem implementadas e que darão sentido e significado aos estudos propostos e necessários. A atividade “Festival de Pipas”, por exemplo, pode ser implementada por causa do Projeto “Brinquedos e Brincadeiras”, ou por causa do Projeto “Experiências Infantis”. O que precisa ficar claro, é que o “Festival de Pipas”, pode ser uma atividade a ser implementada com vistas a chamar a atenção da comunidade e das autoridades sobre as reais condições de vida das crianças de uma determinada comunidade.

Isso significa que sempre tem uma causa a ser problematizada, uma meta a ser alcançada, um problema a ser resolvido. E assim, para que as atividades sejam realizadas, precisam ser organizadas numa sequência didática, com diversas situações de ensino aprendizagem, visando à produção, apropriação e objetivação dos conhecimentos a serem trabalhados. 

Veja a seguir uma possibilidade de organização de um projeto de estudo



Para que os estudantes possam compreender os diversos conhecimentos a serem apropriados num processo de interlocução entre os conhecimentos cotidianos – conhecimento espontâneo/informal e conhecimentos científicos – conhecimentos sistematizados/formal, é fundamental, propiciar a sistematização dos mesmos de forma articulada.

Esse processo de sistematização dos conhecimentos exige detalhamento num passo a passo didático. Esse passo a passo didático, que compõem uma sequência didática de uma determinada atividade intitulamos de situação de ensino aprendizagem.

A seguir sugerimos uma possibilidade de detalhamento da sequência didática.


 
Assim, as diferentes e diversas situações de ensino aprendizagem constituem o detalhamento da sequência didática. São as experiências a serem vivenciadas, que por sua vez promovem a objetivação das atividades propostas. Uma situação de ensino aprendizagem pressupõe produção, apropriação e objetivação de conhecimento com objetivo e motivo real, tendo em vista uma necessidade real e um interlocutor real.

A proposição de situação de ensino aprendizagem rompe com a ideia de exercícios pontuais, fragmentados e com objetivos em si mesmo. Rompe com a ideia de exercícios mecânicos, que visam à memorização de conteúdos, pois destacam as atividades como um trabalho a ser realizado com vistas à produção, apropriação e objetivação dos conhecimentos necessários à constituição da consciência crítica, bem como conhecimentos necessários aos propósitos coletivos, pessoais e profissionais, a depender do tempo e espaço em que se inserem os estudantes.

Por exemplo, uma criança no processo de alfabetização pode realizar uma situação de ensino aprendizagem de leitura visando à apropriação da leitura e da escrita, e um estudante do curso de mecânica, pode realizar uma situação de ensino aprendizagem de leitura, visando à apropriação de conceitos relativos ao problema a ser resolvido sobre mecânica. Em ambos os casos foram propostas atividades de leitura, mas as situações de ensino aprendizagem se diferenciam para quem está em processo de alfabetização e para quem já está alfabetizado. No entanto, em ambos os estudos, é importante considerar a constituição da consciência crítica.

Vale destacar, que a situação de ensino aprendizagem revela os objetivos e as metas a serem alcançadas. O que implica em mediação pedagógica. Uma situação de ensino requer uma situação desafiadora e instigadora.

Nesse sentido as situações significativas de ensino, por meio de experiências problematizadoras, promovem a produção, apropriação e objetivação de conhecimentos com sentido. Para que ocorra aprendizagem, é importante vivenciar experiências que promovam produção, apropriação e objetivação dos conhecimentos. Mas não basta qualquer conhecimento, é fundamental que sejam conhecimentos com sentido, que sejam ensinados de forma instigadora, por meio de significativas situações de ensino aprendizagem.


Assim, para que haja produção, apropriação e objetivação dos conhecimentos propostos num projeto de estudos, é importante a articulação entre ensino e aprendizagem, isto é, interlocução entre quem ensina e quem aprende. A forma como os conhecimentos são articulados no contexto das práticas pedagógicas, no passo a passo da sequência didática, constitui a situação a ser resolvida, experimentada, apropriada e objetivada no cotidiano das práticas sociais e culturais.

Com base em tais questões, salientamos a importância da organização do trabalho pedagógico de forma compartilhada. Uma organização que garanta a apropriação dos conhecimentos científicos, bem como um processo de ensino aprendizagem que promova a formação da consciência crítica.

O que você pensa sobre essas questões?


DICAS DE ESTUDOS


Postagens mais visitadas

A SEQUÊNCIA DIDÁTICA COMO PARTE DO PROJETO DE ESTUDOS

Este artigo é uma continuidade das questões apresentadas em "Projeto de Estudos: Implicações no processo de constituição da consciência crítica".

Refletindo sobre Sequência Didática
Ana Maria Louzada
Na tentativa de demarcar uma nova proposta de organização do trabalho pedagógico, bem como de romper com as proposições ora intituladas de projetos de trabalho e/ou pedagogia de projetos, alguns teóricos vêm indicando a sequência didática, como forma de organização do trabalho a ser realizado no lócus da escola. Nesse sentido concebem o projeto e a sequência didática como propostas diferentes.

Observamos também, proposições de organização do trabalho pedagógico por meio de projetos como sinônimo de sequência didática. Assim, temos nos deparado com propostas ora intituladas de sequência didática, ora de projeto didático, e, ainda em determinadas situações de atividades.

Percebemos ainda, que dependendo das questões abordadas, o foco está na técnica realizada, no passo a passo da sequê…

A IMPORTÂNCIA DA EDUCADORA INFANTIL: Conhecimento, Aprendizagem, Desenvolvimento, Emoção, Afetividade, Sentimento e Interação

Nesse post destacamos as categorias de vivência e afetação, bem como de emoções, afetividade e sentimentos, sempre num processo de análise sobre a relação dessas categorias no contexto das relações pedagógicas, suas implicações nas funções da Educadora Infantil e consequentemente no processo de aprendizagem e desenvolvimento infantil.

Os slides a seguir constituem uma síntese das discussões que realizamos nas palestras e cursos sobre a referida temática.


















BRINCADEIRAS DE CRIANÇAS... COMO É BOM!

Trabalhar com as crianças exige compreendê-las. 

Exige também, reconhecer as suas reais necessidades. 

Necessidades que são próprias do tempo espaço da infância.


Quando a criança tem oportunidade de aprender os conhecimentos por meio de situações lúdicas, ela se envolve mais.
O envolvimento com as situações de brincadeiras as instiga compreender melhor as questões de estudos, além de oportunizar a sua inserção nos debates próprios da sua idade.